Ouvimos e vimos sempre o termo HTML5 e soa familiar, mas nem sempre sabemos explicar do que se trata. Essa é a versão mais recente de linguagem de programação conhecida como HTML.
Por ser uma linguagem de confiança pelos programadores, tornou-se de uso padrão nos navegadores atuais. Mais quais são os benefícios em utilizar o HTML5. Abaixo está 7 benefícios em utilizar o HTML5.

1 - Melhora a performance da página na web, tornando a navegação mais rápida

Ele torna a navegação mais rápida e simples, melhorando a performance de uma página web. Os desenvolvedores utilizam o HTML5 para reduzir o tamanho dos arquivos online e com isso melhorar a experiência do usuário. Por que otimizar nossos Sites é tão importante? Simplesmente porque nenhum usuário gosta de perder tempo esperando o carregamento das páginas. É extremamente irritante. 

2 - Aceitação por todos dispositivos.

O HTML5 foi desenvolvido para criação de aplicativos quase universais, capazes de ser apresentados em vários dispositivos diferentes. O HTML5 vai ajudar tablets, smartphones, PCs, televisores e veículos a convergir no futuro. O HTML5 vai permitir também o desenvolvimento de novas ferramentas que hoje só são possíveis com o uso de plugins e softwares. A linguagem do HTML5 permite, por exemplo, usar novos elementos de vídeo, criar aplicativos como o Skype ou jogos diretamente no navegador. Para o usuário, a navegação vai ficar mais parecida como uma aplicação desenvolvida para funcionar no sistema operacional. Navegar em um site será uma experiência mais fácil e prazerosa, uma vez que os sites desenvolvidos em HTML5 são mais rápidos, seguros e visualmente atraentes. Sem ir muito longe, o YouTube a pouco tempo atrás só funcionava se na máquina tivesse um plug-in do Flash instalado. Hoje é diferente eles já adotaram o HTML5, como a maioria dos grandes sites.

Curso de HTML5, CSS3 e Bootstrap.

3 - Diversos browsers já adotaram a maior parte das definições do padrão

Diversos browsers já adotaram a maior parte das definições do padrão, além do que várias ferramentas que antes tinham grande espaço foram trocadas pela simplicidade da forma que as coisas são feitas no HTML5. Considerando ainda que a HTML5 é um padrão adotado e definido pela W3C que foi construído sobre anos de sucesso do seu antecessor, usar o padrão é garantia de estar usando aquilo que já é o presente e será o futuro da Web.

4 - Otimização de sites para SEO - Otimizar o site para os buscadores

Um de seus benefícios está relacionado ao SEO (técnicas que auxiliam a otimização de sites) e semântica, pois o HTML5, além de estruturar sua aplicação, agora também tem relação direta com o conteúdo, o que facilita na procura dos principais buscadores. Por exemplo, agora você pode determinar que um conteúdo é um menu e, assim, o buscador lê este elemento em “segundo plano” e dá prioridade a outros conteúdos mais importantes, como um texto sobre a empresa ou artigo. Isso é uma grande revolução para a web em geral, sendo que a experiência de busca do usuário na internet fica cada vez mais precisa.

5 - Armazenamento de dados offline.

A permissão para o armazenamento de até 4Gbytes de dados estruturados pelo banco de dados presente no browser, no lado do cliente _ de forma parecida a como vinha ocorrendo com o uso das cookies, mas tentando eliminar as limitações impostas, como o tamanho de 4Kb _ é uma das funcionalidades mais badaladas do HTML5. O desenvolvedor deve lembrar, no entanto, que o armazenamento local é por site e estará disponível para seus scripts toda vez que o site que originalmente armazenou os dados for acessado, de modo a poupar largura de banda e melhorar o desempenho. E também que os banco de dados dos browsers não dão aos usuários o mesmo poder sobre seus dados que eles teriam em outros aplicativos. Por exemplo: o usuário não pode mover os dados armazenados para outra máquina, fazer cópias, fazer um backup, ou abri-lo com um aplicativo diferente do navegador. Os arquivos não são projetados para se mover facilmente, embora seja possível fazê-lo se o usuário souber onde e como localizá-los. Até porque, não são como planilhas ou documentos de texto, fáceis de abrir com qualquer editor.

6 - Grandes empresas envolvidas

Muitas companhias importantes participam do grupo de trabalho que define o HTML5 no World Wide Web Consortium (W3C). Nessa lista está Samsung, LG e Apple; operadoras como AT&T e France Telecom; produtoras de software como Microsoft, Adobe e Zynga; empresas de TI, como IBM e HP; e da internet, como Google e Netflix. Há também universidades e especialistas independentes.

7 - Possui a ferramenta de Canvas

Ferramenta de Canvas (tela em inglês), sendo assim não é preciso fazer a utilização de aplicativos externos na criação de desenhos e animações. Oficialmente, o canvas é “uma tela de bitmap dependente de resolução que pode ser usada para a renderização de elementos gráficos ou outras imagens visuais rapidamente”. Em termos leigos, o canvas é um elemento novo em HTML5, que permite que se desenhem elementos gráficos usando JavaScript. Ele pode ser usado para renderizar texto, imagens, gráficos, linhas gradientes e outros efeitos dinamicamente. Desenhar na tela se dá através da API de tela 2D. Essa API contém uma variedade de funções que fornecem o poder de se desenhar praticamente o que se queira na tela. 

Vale dizer também que o HTML5 ainda sofrerá melhorias, como toda nova tecnologia.
Se hoje ele já nos oferece inúmeros benefícios imagine daqui alguns anos? Com certeza ele vem para moldar e melhorar o futuro da linguagem da programação.

Curso de HTML5, CSS3 e Bootstrap